Quarta-feira, 7 de Junho de 2006

Crianças Invisíveis

Ontem, farto de lidar com os papéis, decidi no final da jornada ir ver o filme “Crianças invisíveis”, de Mehdi Charef, Emir Kusturica, Spike Lee, Kátia Lund, Ridley Scott, Jordan Scott, John Woo e Stefano Veneruso . O filme é o resultado de conjunto que juntou produtores italianos, a UNICEF, o Programa Alimentar Mundial e um grupo de realizadores à volta de um manifesto de apoio a crianças em vários pontos do planeta.

Nas diversas pequenas metragens que retrataram as atrocidades por que passam as crianças no mundo, África foi, obviamente, o primeiro a perpassar no écran a dolorosa experiência de soldados-crianças, com todo o seu cortejo de indeléveis mazelas que, incompreensivelmente, ainda interpelam a consciência da humanidade.

Deste filme, compreendi melhor a razão porque as crianças abandonadas pela guerra, em qualquer guerra, conseguem proteger-se mutuamente com uma solidariedade e dedicação a toda à prova.

Fantástico filme a não perder. Afinal, a amizade multiplica o dom da vida e divide o mal.

Leopoldo Amado

publicado por jambros às 12:33
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ...

. Tajudeen Abdul-Raheem pos...

. PAIGC: uma história de co...

. A última Imagem da Guiné:...

. Amílcar Cabral, na pele d...

. Sobre "A Hora da Verdade"...

. Olhares de fora - A mudan...

. As próximas décadas - Ten...

. Bissau

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds